OS MELHORES SUPLEMENTOS SÃO OS MAIS CAROS?

10/01/2019 às 09:01:59 426 visualizações

Se você acredita que o preço do suplemento influencia na qualidade você está errado! 

Pesquisas apontam que nem sempre os melhores suplementos são aqueles de preços mais altos, por serem industrializados alguns destes acabam tendo alteração em sua composição para que a indústria possa lucrar mais com as vendas em maiores quantidades. 

Se você quer aprender a economizar seu dinheiro melhorando a performance do seu corpo sem precisar de suplementos caros, leia o artigo abaixo. 

Suplemento caro é mito?

Não se iluda com o marketing poderoso das grandes marcas de suplementos, a verdadeira função dos suplementos alimentares relacionados à musculação é promover praticidade aos atletas, assim sendo não é recomendada a troca da alimentação pela suplementação, e sim a complementação, quando necessária.

Para atingir uma melhor performance é necessário ter a alimentação mais equilibrada possível, o suplemento entraria como auxiliar sobre a dieta prescrita pelo profissional nutricionista.

Um destaque importante em relação à publicidade de suplementos novos, é que muitas vezes estes produtos ainda não possuem comprovação científica e, para atingirem maiores vendas, contratam fisiculturistas para divulgar o produto, como se o produto que ingeriram é o que os levaram a adquirir o corpo perfeito. Acontece que para se chegar ao nível de um profissional destes demanda muito tempo, simplesmente 1 ou 2 frascos do produto não irá lhe conferir o mesmo corpo dos fisiculturistas.

Um dos suplementos mais utilizados por atletas é a proteína em pó, esta por sua vez é uma ótima opção para aqueles que necessitam de praticidade na dieta por falta de tempo, alguns destes whey protein podem até possuir absorção mais rápida pelo corpo quando ingeridas, mas ainda assim não há logica em substituir alimentações importantes pela suplementação, visto que o corpo para produzir ou manter a massa magra necessita de absorver a proteína durante todo o dia para que possa haver o anabolismo (síntese de massa muscular).

Imagine o seguinte: Um atleta força seu corpo 6 horas por dia durante treinos, como passa muito tempo forçando seu corpo, a musculatura pode acabar catabolizando (quebra das fibras musculares para serem usadas como energia) caso seu corpo esteja desprevenido (sem nutrientes), neste caso é indicada a suplementação para este atleta em específico, pois a alimentação muito pesada poderia atrapalhar a performance de seu treino e o suplemento, sendo ele de absorção rápida, seu corpo irá absorver os aminoácidos sem precisar perder muito tempo.

Outro tipo de suplementação vendida para pessoas que desejam emagrecer são os chamados termogênicos, que são vendidos na forma de chás, cápsulas ou comprimidos. Os termogênicos agem aumentando a temperatura corporal, estimulando o sistema cardiovascular, respiratório e sistema nervoso central. Acontece que alguns destes produtos não são totalmente naturais, algumas marcas utilizam de substâncias feitas em laboratórios que elevam o nível da temperatura corporal, para gerar melhor performance física. Estas substâncias feitas em laboratório podem acarretar efeitos colaterais como: mudança de humor, tremores, insônia, boca seca, arritmia cardíaca e até infarto.

Nos últimos tempos, as agências internacionais e nacionais de controle de substâncias, incluindo a ANVISA, tem proibido a venda de alguns suplementos termogênicos, pois oferecem risco à saúde dos consumidores. Portanto, fique atento ao que você está consumindo, sempre vise a sua saúde em primeiro lugar! 

 

Alimentação é importante para o ganho de massa muscular?

A alimentação é a maior fonte de diversos nutrientes necessários para o funcionamento do corpo, a suplementação também contém nutrientes necessários para o corpo, mas acontece que muitas das vezes os suplementos oferecem nutrientes específicos quando comparados a uma ótima refeição que proporciona um mix de diversos nutrientes.

Para que haja uma melhor performance na transformação do corpo é sabido que é necessário o apoio de uma dieta composta por carboidratos, proteínas, gorduras e outros nutrientes, além de atividade física praticada regularmente para se obter os resultados.

De acordo com o estudo feito pela revista americana Women’s Health, 80% da transformação do corpo se baseia na alimentação e apenas 20% na atividade física seja ela voltada ao emagrecimento ou ganha de massa muscular.

No emagrecimento, a gordura localizada é derivada das calorias consumidas que não foram utilizadas pelo corpo. Ele é uma uma máquina inteligente, estoca toda a energia para logo mais ser consumida, ou se transforma no tecido adiposo.

Para que aconteça o emagrecimento saudável, é necessário que o consumo de calorias diário seja equilibrado para que o estoque de gordura seja consumido pelo corpo. Sendo assim, não adianta de nada praticar muita atividade física se você ingere excessos de calorias durante o dia.

No caso de ganho de massa magra é necessário o consumo de proteínas e carboidratos para que haja o anabolismo, como também é muito importante o estimulo do músculo na atividade física.

Caso haja o estímulo do músculo sem o consumo de nutrientes necessários para o anabolismo, de nada servirá o estímulo físico! Pois o corpo não terá como gerar o anabolismo sem ter o aporte nutricional, como as proteínas para o aumento de massa magra.

 

Produtos naturais aliados à construção do corpo saudável

Como vimos neste artigo, nem sempre é necessário o uso de suplementos para melhor performance da transformação do corpo, a alimentação natural ainda é a melhor fonte de nutrientes para o nosso organismo.

Há como encontrar em produtos naturais os mesmos efeitos de suplementos industrializados, e que acabam saindo bem mais barato no final das contas.

Se você tem o intuito de perder peso é indicado alimentos como as folhas de chá verde, vermelho ou chá preto, que tem efeito desintoxicante e aceleram o metabolismo. Óleo de cártamo e Óleo de coco também demonstraram ótimos resultados para a manutenção e perda de peso, aumentando o metabolismo quando ingerido de forma regular e acompanhada pelo médico ou nutricionista.

Para o ganho de massa magra, nada melhor que proteína e um pouco de carboidrato!

As carnes e ovos são ricas fontes de proteínas, assim sendo, procure ingerir mais alimentos como estes regularmente, de forma esquematizada durante o dia, para uma absorção otimizada de aminoácidos. Seguindo estes passos em conjunto com a prática regular de atividades físicas, temos certeza que a sua saúde estará protegida, seu corpo irá ficar forte, ganhará massa magra e alcançará o corpo que deseja!

 

Os 10 alimentos mais ricos em proteínas

As maiores fontes de proteínas provém dos alimentos de origem animal. Nos vegetais também é encontrada, porém em menor quantidade. Listamos os 10 com maiores teores de aminoácidos disponíveis para consumo para quem busca uma nutrição saudável na construção de fibras musculares:

 

Alimento % de proteína por 100g Energia por 100g
Carne de frango 32,8  148 calorias
Carne de vaca 26,4  163 calorias
Queijo 26  316 calorias
Salmão  23,8  308 calorias
Pescada 19,2  109 calorias
Ovo 13  149 calorias
Soja 12,5  140 calorias
Quinoa 12,0  335 calorias
Lentilha 9,1 108 calorias
Feijão 6,6 91 calorias

Redes Sociais

Rua Miguel Antônio Forastieri, nº 77 - Jaú/SP
(14) 3418 7222 - 3418 7223 |

© 2019 Angels Diver. All Rights Reserved